Você está aqui:
Início > Cães > 15 Reflexões antes de adotar um cão

15 Reflexões antes de adotar um cão

Antes de você abrir sua casa e seu coração para adotar um filho peludo, nós temos algumas perguntas para você refletir e responder a si mesmo. É um compromisso grande, e deve ser tomado com responsabilidade.

 

Se você está pensando em adotar um peludo, nós te damos o maior apoio, desde que você tenha certeza que vai amar e se dedicar a ele enquanto ele viver ao seu lado. Por isso seguem algumas questões para você refletir e se preparar para a chegada do seu novo melhor amigo!

  1. Sua rotina diária permite que você dedique um tempo ao seu cão?

Cães são animais sociáveis, e mesmo que isso possa variar de acordo com a raça ou com a personalidade individual deles, ao adotar um peludo você deve estar disponível para oferecer a ele um pouco do seu tempo para os exercícios que ele precisa regularmente. Sua rotina permite que você tenha um momento de brincadeiras com seu peludo?

11326033_859671014117555_1627947146_n

  1. Quais são seu planos futuros?

Não é todo mundo que tem um plano para os próximos 10 anos, mas quando você pensa em adotar um cão para sua família, você deve pensar a longo prazo. A vida de um cão pode variar entre 7 a 17 anos, se você tem planos para viagens longas, mudança ou ter filhos, você deve pensar bem antes de adotar, já que não poderá se desfazer do seu melhor amigo peludo de maneira breve. Eles definitivamente não merecem isso.

  1. Você pesquisou diferentes raças e informações sobre SRD?

Pesquisar sobre personalidade e características de cada raça, é importante para escolher a que mais se adequa ao seu estilo de vida. No caso de raças puras você consegue antecipar algumas informações a longo prazo como expectativa de vida, principais problemas de saúde, necessidades de exercícios e personalidade. Ao buscar um SRD, você pode pesquisar o cruzamento de raças através do DNA, ou então se atentar ao comportamento do cão diante de algumas situações.

  1. Quem vai cuidar do seu cão enquanto você estiver fora?

Você nunca sabe quando você vai precisar fazer uma viagem inesperada. Passeadores de cães, Babás, hotéis e Day Care são boas opções, mas é importante encontrar alguém/algum lugar que seu cão se sinta confortável e em ambiente familiar.

  1. Você tem todos os acessórios que seu filhote peludo precisa?

Cama, cobertor, comida, coleira, guia, tigelas, brinquedos, caixa transporte… A lista não para por aqui! Confira o nosso check-list aqui.

WOF-294-Coleira_verao-carlotaIMG_0205

 

  1. Identificar o cachorro é importante, o que acha de Microship e tags de Identificação?

Microships e Tags de Identificação são a melhor maneira de identificar e garantir a segurança do seu peludo caso ele se perca de você. Conheça nossa coleira personalizada de identificação aqui.

  1. Você sabe as vacinas que seu cão vai precisar tomar?

Confira a lista de vacinas, doses e frequência de aplicação aqui. É importante e altamente recomendado que seu cão tome todas as vacinas para evitar que ele tenha e transmita doenças.

  1. Você vai reservar um tempo para se dedicar ao adestramento do seu cão?

O adestramento deve começar logo quando o filhote chega em casa e pode levar meses, e se você adotou um cão adulto/idoso, não se preocupe, pode demorar um pouco mais, mas seu cão irá aprender a ser um peludo educado! O treinamento requer muita paciência, dedicação e frequência. Confira nossas dicas do que fazer (aqui) e do que não fazer (aqui) na hora de educar seu cão.

  1. Você irá leva-lo para tomar banho e tosar com a frequência que ele precisa?

Algumas raças requerem mais manutenção do que outras, as de pelagem mais longa por exemplo precisam de tosa higiênica com determinada frequência. Unhas que não desgastam naturalmente deverão ser cortadas, o pelo longo também exige a escovação frequente. O banho deve acontecer a cada 15 – 20 dias, ou de acordo a recomendação do seu veterinário de confiança.

  1. Você sabe fazer um check up preliminar em casa?

Assim como os frequentes cuidados higiênicos, é extremamente importante que você verifique regularmente em casa se os olhos, orelhas, pelagem e dentição estão com aparência saudável e limpa.

  1. Você já discutiu o assunto com amigos e familiares?

É difícil de acreditar, mas tem pessoas que não gostam de cães. Ao trazer um peludo para sua casa, afetará todos que a frequentam, por isso é importante discutir o assunto com as pessoas que você convive. Alguém tem alergia? Sua família vai ficar feliz se quando você for visitá-los, levar seu cão? Alguém toparia cuidar do seu cão caso fosse necessário?

  1. Você pode proporcionar tudo que seu cão precisa?

Possuir um cão, além de ser uma responsabilidade, é também um grande compromisso financeiro. Considerando que uma ida ao veterinário pode sair caro, os donos devem manter uma reserva para se prevenir de situações de emergência.

  1. Sua casa está preparada para o cão?

O ambiente que o cão viverá deve estar preparado para ele e, principalmente, deve estar seguro. Preste a atenção aos detalhes como se fosse receber um bebê. Cães precisam ser treinados e ter um ambiente rico para evitar que eles destruam objetos indevidos ou comam o que não devem. Leia sobre o assuntoaqui.

  1. Você vive em uma vizinhança que é Pet Friendly (amigável aos pets)?

Você tem um parque ou uma praça perto de você que você possa caminhar com seu peludo? Existem outros cães pela redondeza? Seu condomínio permite que pets transitem pelas áreas comuns?

enhanced-3222-1450298480-2

  1. Porque você quer adotar um cão?

Essa talvez seja a mais simples, mas também a mais importante pergunta para você considerar antes de decidir adotar um cão. Esse é um compromisso emocional, financeiro e físico a longo prazo. Você ama cães e gostaria de ter um pra chamar de seu? Lembre-se que ele deverá ser amado acima de tudo! Faça sua decisão com sabedoria e tenha certeza que receberá o maior amor do mundo de volta!

eurosaurus_38-450x574

Deixe uma resposta

Top
Loading...