Você está aqui:
Início > Cães > Não esqueça o protetor solar!

Não esqueça o protetor solar!

Protetores para seres humanos também podem ser usados, mas com cautela. Sempre seguindo as orientações de um médico veterinário. Pode até parecer frescura, mas alguns cães e gatos precisam usar protetor solar.

Todos os pets necessitam tomar sol diariamente para ativar a Vitamina D responsável por auxiliar na absorção de cálcio. E para protegê-los da exposição excessiva ao sol, o uso de protetor solar é feito cada dia mais.

 

Para quem é indicado?

Nem todo pet necessita usar protetor solar. Seu uso é indicado para cães e gatos com pele sensível, albinos, com pele clara, com pouco pelo, com focinho e patas sem pigmentação. Animais que passam longos períodos expostos ao sol também devem fazer uso dos protetores solares.

Animais sem pigmentação ou de pele mais clara são muito mais sensíveis aos raios UVB e UVA emitidos pelo sol. Ao usar o protetor  nesses pets, eles são protegidos e é evitado o aparecimento de diversas doenças causadas pela exposição excessiva ao sol.

Os cães das raças Boxer de cor branca, Dálmata, Wippet, Stattfordshire Terrier Americano e os Bull Terrier de cor branca também possuem uma tendência maior para desenvolver problemas de pele, como melanoma (câncer de pele) e dermatites, em decorrência da exposição ao sol, e, por isso, também necessitam de usar continuamente os protetores.

 

Por que usar?

O protetor solar auxilia na prevenção do aparecimento de doenças causadas pela exposição excessiva ao sol.

A exposição excessiva ao sol pode levar ao aparecimento rápido de algumas doenças. As mais comuns são as queimaduras solares principalmente no focinho, nas patas e nas orelhas.

O aparecimento de outros problemas dermatológicos, como as dermatites solares, também é comum. Nos casos mais graves e de exposição prolongada ao sol, são observados casos de aparecimento de câncer de pele, também conhecido como melanoma.

Com o uso de protetor, a pele dos animais está protegida contra os efeitos nocivos das radiações UVA e UVB. Mesmo utilizando o protetor, os pets não devem ser expostos ao sol entre 10h e 16h.

 

Como usar?

O protetor deve ser utilizado todas as vezes que o pet for exposto ao sol.

O modo de usar o protetor em pets é basicamente o mesmo utilizado em seres humanos. Após espalhar bem nos locais em que se deseja proteger, é necessário esperar 30 minutos antes do peludo sair ao sol. E no máximo a cada 2 horas, deve ser feita uma reaplicação do protetor.

Em média, o tempo de absorção do protetor pela pele é de 15 minutos, por isso recomenda-se utilizar protetores líquidos, pois têm uma absorção mais rápida. Para evitar que os pets lambam o produto e deixem algumas regiões expostas ao sol, alguns laboratórios utilizam em sua fórmula uma substância amarga, atóxica, que dá um gostinho muito desagradável.

O protetor deve ser aplicado nas regiões em que o sol irá atingir com maior intensidade,  como as regiões com menos pelo ou sem pelo, no focinho, no lado interior das orelhas, na barriga e nas patas.

 

Qual escolher?

Protetores solares para seres humanos também podem ser usados em pets.

Na hora de escolher, opte por protetores à prova d’ água. Assim você fica tranquilo caso seu pet, durante o passeio, dê uma de espertinho e resolva dar um mergulho no mar ou na piscina.

Escolher o fator correto também é muito importante. Os protetores solares específicos para animais têm fator a partir de FPS 15, mas o ideal é optar por fatores mais fortes, a partir de FPS 30.

A melhor opção é escolher os protetores solares específicos para cães e gatos, mas outra protetores solares para seres humanos também podem ser usados.  Quando se opta por esses protetores, os mais indicados são os para peles sensíveis ou infantis.

Mas esses produtos possuem substâncias que podem ser tóxicas para os pets, então sempre escolha produtos sem zinco. O zinco pode causar problemas gastrintestinais.

Já os gatos são mais sensíveis e não podem utilizar produtos com octil salicilato, homosalato, etilhexil salicilato e dióxido de titânio em sua fórmula.

Na hora de escolher qual protetor é mais indicado para o seu pet, peça ajuda ao médico veterinário e deixe seu peludo totalmente protegido!

Fonte: http://www.bolsademulher.com/pet/sabia-que-alguns-caes-e-gatos-tambem-devem-usar-protetor-solar-veja-quando-e-recomendado-e-porque-aqui

Deixe uma resposta

Top
Loading...