Você está aqui:
Início > Cães > Cachorros que comem as próprias fezes, como evitar?

Cachorros que comem as próprias fezes, como evitar?

Porque?

Dá nojo, ainda mais se ele quiser lhe beijar depois. Na realidade, cães que comem cocô o fazem por boas razões: imitar um comportamento, nutrição, saúde intestinal e até por brincadeira.

Memórias de um filhote

O termo científico de comer cocô é copofagia, frequentemente visto em filhotes. Eles aprendem esse hábito com as suas mães que lambem seus filhotes nos seus primeiros dias.

Remetendo a evolução animal, quando os cães selvagens tinham suas crias, eles precisavam destruir evidências para evitar que predadores atacassem seus filhotes. Outro aspecto, era a limpeza do esconderijo da ninhada, mantendo limpo seus locais para dormir, para se alimentar sem a sujeira e para evitar o mau cheiro.

Cães aprendem imitando comportamentos e, nesse caso, os filhotes imitam suas mães nos primeiros anos de vida e, algumas vezes, continuam tais hábitos até mesmo quando adultos.

Ver, mas não comer

As “mamães” param de comer o cocô quando desmamam e, então, os filhotes iniciam alimentação sólida. Nesse momento de suas vidas, os filhotes estão prontos para se defenderem e, em suas mentes, é preciso comer suas próprias fezes como feito por suas mães a fim de manter o senso de segurança.

Este é o momento para criadores ou donos de pets intervirem e limpar o local, antes que os filhotes consumam seu próprio excremento. Com a limpeza consistente, os cães gradualmente crescem desaprendendo esse hábito cujo processo pode levar até o seu primeiro ano de idade.

Fome na selva

Lobos evoluíram para cachorros mas alguns “traços” selvagens ainda remanesceram, não importa o quão domesticado o seu cachorro seja. Quando os lobos tinham fome, eles caçavam ou comiam o que estivesse disponível, incluindo suas próprias fezes.

Problemas intestinais

Se o cachorro continuar comendo cocô após um ano de idade, sugere-se uma visita ao veterinário para verificar se há qualquer problema de saúde. Ele pode apresentar problemas com má digestão, falta de nutrientes ou proteínas em sua dieta ou pode estar sofrendo de Síndrome de má absorção. Outras questões intestinais como vermes ou parasitas absorvem nutrientes dos filhotes causando fome, não importa  o quanto o cachorro se alimente.  Em qualquer um desses casos, o seu cachorro está tentando repor nutrientes faltantes. E, em sua mente, o cocô é semelhante a sua alimentação.

Você é quem molda o seu comportamento

O cachorros, em especial os filhotes, fazem de tudo para obter a sua atenção incluindo comportamentos inaceitáveis como comer cocô. Muitas vezes, ele nem sabe distinguir se esse é um comportamento negativo. Se você reagir de forma agressiva ou até mesmo esfregar seu focinho no excremento, ele pode pensar que sua melhor opção é comer suas fezes ainda mais rápido antes que você o pegue.

Treinamento é essencial. Após a alimentação, é necessário levá-lo ao local determinado (dentro ou fora de casa) e aguardar quanto tempo for necessário para que ele possa fazer suas necessidades. Então, elogie com entusiasmo.

Ser coerente irá passar a mensagem de que colocar o cocô para fora é bom, muito bom.

Caleidoscópio de sentimentos

Assim como algumas pessoas, os cachorros ficam ansiosos quando estão entediados ou estressados e uma das maneiras de aliviar esse sentimento negativo é comer seu cocô. No caso de filhotes, eles precisam ainda mais de estímulos comparado com cães adultos e, quando passam muito tempo sozinhos, o cocô se torna um brinquedo. Cães que vivem em temperaturas muito baixas, congelantes, ficam fascinados com suas fezes congeladas e acham uma diversão brincar com elas.

Em busca de consolação, outros motivadores são eventos estressantes com mudança para uma casa nova ou adoção de um novo animal. Nesses casos, um abraço, um carinho, uma massagem ou uma escovada pode acalmá-lo. Ele aprenderá que o “consolo” você oferece é muito melhor, e ambos estarão mais felizes.

Fonte  http://www.pet360.com/dog/behavior-and-training/my-dog-eats-poop-why/GPcPsG02wk6J0P8SESjm3Q?extcid=PCDFB883

Deixe uma resposta

Top
Loading...